Como contratar um funcionário no MEI

funcionário no mei

O cadastro MEI (Microempreendedor Individual) é para pequenos empresários que desejam um modelo empresarial simplificado. O programa tem como objetivo tirar da informalidade profissionais autônomos e pequenos empreendedores.

Entre as possibilidades que o MEI oferece para o empreendedor, está a alternativa de contar com a ajuda de um funcionário contratado. Uma ótima opção para quem necessita de mais uma pessoa auxiliando no dia a dia do seu negócio. 

Como contratar um funcionário, confira:

1. Documentos necessários para a admissão: 

Carteira de trabalho;

Documento pessoal com foto;

Em caso de homens, certificado de reservista;

Certidão de casamento, se houver;

Resultado do exame admissional.

2. Contrato de Trabalho:

Para realizar a admissão deverá ser assinado, por ambas as partes, um contrato com as informações referentes a data de admissão, salário, jornada de trabalho e outras informações pertinentes.

3. E-social (Sistema de Escrituração Digital das Obrigações Fiscais): 

O E-social visa unificar todos os dados trabalhistas, tributários e previdenciários das empresas. Desta forma, este sistema é utilizado mensalmente para registrar todo procedimento de contratação, como os dados do colaborador, pagamento de salário, 13º salário, horas extras, adicionais, férias, licenças médicas e de maternidade, além da demissão do empregado. Portanto, deverá ser inserido no E-social os dados do contrato e demais informações referentes ao contratado.

4. Custos da admissão:

A remuneração pode ser de até um salário mínimo ou o piso salarial da categoria. Os valores com o contratado podem alterar de acordo com o piso salarial da categoria profissional. Como exemplo, para salário igual ao valor do salário mínimo, o custo previdenciário, recolhido em GPS – Guia da Previdência Social, é de 11% do salário mínimo vigente sendo 3% do salário mínimo de responsabilidade do empregador (MEI) e 8% (ou conforme tabela de contribuição mensal ao INSS) descontado do empregado.

Além do encargo previdenciário de 3% de responsabilidade do empregador, o MEI também deve depositar o FGTS, calculado à alíquota de 8% sobre o salário do empregado. Sendo assim, o custo total da contratação de um empregado pelo MEI é de 11% sobre o valor total da folha de salários (3% de INSS mais 8% de FGTS).

Ainda ficou com alguma dúvida sobre como realizar a contratação de um funcionário através do MEI? Entre em contato conosco, podemos te auxiliar neste processo.

MEI precisa de contador?

Mesmo o MEI estando dispensado de efetuar registros contábeis, os escritórios de contabilidade podem dar suporte e auxiliar nas atividades relacionadas à Declaração do Imposto de Renda, contratação de funcionário ou orientação quanto à baixa ou migração da forma jurídica. 

É importante que o empreendedor zele pela organização e controle do seu negócio. E portanto, o objetivo da contratação de uma contabilidade é o auxílio à organização e controle das atividades realizadas. 

Para saber mais sobre contabilidade nos acompanhe nas redes sociais @contabilidadelenz!

Compartilhe

Facebook
Twitter
LinkedIn

Leia também

Deixe um comentário